domingo, 24 de abril de 2005

Gato nas ondas do rádio

O colega radialista Alfredo Seixas (Rural AM) tornou-se leitor assíduo do blog e destaca as principais notas aqui publicadas em seu programa dominical "Espaço Cultural", que vai ao ar naquela emissora das 19 horas às 21 horas.
Ele estreou registrando, no domingo passado, o post "Mota e o gato" e relembrou dos tempos em que trabalhamos juntos, na década de 1980, na produção do programa Plantão da Cidade (o primeiro programa policial do rádio santareno e com a maior audiência da época) e, também, quando eu fazia o programa Bazar Brasileiro, com Dornélio Silva, no horário hoje ocupado por Seixas.
É bom saber que pelo menos os companheiros da Rural lembram daqueles bons tempos, pois aquela geração (eu, Dornélio Silva, Erasmo Moura, Sérgio Henn, Anselmo Colares, Ormano Sousa e outros) que inovou o jornalismo radiofônico santareno foi praticamente riscada da história da rádio, pois sequer um desses nomes foi citado na revista comemorativa dos 40 anos da emissora, publicada ano passado.
Mas falando em gato, Mirika Bemerguy, por telefone, corrigiu e agradeceu falha minha no post "O gato da Mirika": como a história que ela contou referia-se a uma cadela e não a uma gata, o título estava errado, mas se eu tivesse postado certo criaria um título ambíguo...

Um comentário:

carla disse...

Jota, querido!

Saudades do Bazar Brasileiro! Eta tempo bom!
Por que não aproveitas e voltas a fazer um programa daquele tipo. Com certeza, já tens uma ouvinte número zero.

Beijos,
Carla