quinta-feira, 5 de abril de 2007

Grupo teatral processa prefeitura

Recebi por e-mail e divulgo, um preocupante comunicado de um dos grupos teatrais que mais têm contribuído com nossa cultura local:
COMUNICADO À IMPRENSA

O Grupo de Teatro Olho D’água, realiza ações culturais em Santarém desde 2001 com montagem e apresentação de espetáculos teatrais premiados que já representaram a cidade em festivais regionais, estaduais e em mostras de outras regiões, representando também o Estado, sempre buscando fazer um trabalho consistente e com qualidade, assim, sistematizou apresentações teatrais numa cidade que não tem teatro, não possui um espaço digno e adequado para a realização de seus trabalhos, isto se estende com toda certeza a todos os segmentos culturais.

Nosso desabafo e indignação se dá por conta da maneira como a Prefeitura Municipal de Santarém vem conduzindo o setor cultural em nossa cidade. Desta maneira viemos trazer a público que o Grupo de Teatro Olho D’água está PROCESSANDO a Prefeitura de Santarém/Secretaria Municipal de Planejamento através do Ministério Público com a ação de cobrança judicial tendo por objeto um convênio firmado em fevereiro de 2006, entre o grupo e o referido órgão (Semplan) que não efetuou o repasse da verba desde outubro de 2006.

O que nos causa tristeza e inúmeros transtornos é a falta de comprometimento com o acordo firmado anteriormente, que reflete na forma desrespeitosa nas inúmeras vezes em que fomos procurar a Secretaria na tentativa de marcar reuniões com o secretario Dr. Everaldo Martins Filho, pois na Prefeitura a informação que nos foi dada é que ele é a pessoa que resolve esse tipo de “problema” e não tivemos nenhum retorno do mesmo, esbarrando sempre em seus assessores que não têm autonomia pra nada, assim como a Coordenadoria de Cultura.

Seus assessores foram avisados que estaríamos comunicando a sociedade através da imprensa da região bem como iríamos procurar uma instância maior para as devidas providências e ouvimos a seguinte frase: “... Cultura não é prioridade e a imprensa não vai pagar vocês...” (Manoel Batista – Contador da Semplan).

Acreditamos sim que a imprensa não paga conta de ninguém, mas, é um segmento poderoso da sociedade que sensibiliza, comunica, informa e com ética e responsabilidade denuncia e investiga os fatos.

Não queremos uma ação paternalista, pois desde o primeiro momento da conversa no sentido de firmarmos esse convênio deixamos bem claro que seria muito bem-vindo, pois, são muitas as dificuldades em fazer este trabalho aqui na cidade, mas, não vai ser por falta de apoio do governo que nossas ações culturais deixarão de existir.

“Quando o povo está de barriga cheia e com saúde, ele procura o belo” (anônimo)

Elder Otávio Santos Aguiar
Coordenador do Grupo de Teatro Olho D’água

Contato: (93) 9123-8555/ elder.aguiar@hotmail.com
--------------------
Comentários do Blog:
  • Inicialmente, os grifos da nota acima são de minha autoria;
  • A notícia em si já não me espanta, mas não deixo de me entristecer com mais essa nota contra a cultura local. Quando imagino que chegamos ao fundo do poço, descubro que o magnânime Dr. Everaldo Martins Filho, prefeito de fato de nossa cidade, consegue se superar cada vêz mais;
  • Não bastasse o desgoverno, o destempero e o despreparo das principais figuras desta administração, nos últimos tempos elas têm conseguido provar que estão cada vêz mais distantes dos velhos ideais petistas, como por exemplo, a demissão de garis e de professores para cumprir com exigências da lei que não permite que os gastos com pessoal ultrapassem 60% da arecadação, enquanto mantém a contratação de centenas de assessores especiais bem remunerados;
  • Isso sem contar que a Cultura virou objeto de barganha política, em troca de dois votos na Câmara, um deles indicando a própria esposa para o cargo! O vereador Emir Aguiar (PR) que me perdoe, mas poderia evitar esse inútil desgaste pelo menos deixando que a Coordenadoria de Cultura fosse comandada por alguém com mais experiência do que sua mulher! E seu partido tem pelo menos uma pessoa com esses requisitos, o jornalista e poeta Ednaldo Rodrigues...
  • Conheço a batalha travada pelo casal Élder e Elizangila, à frente do Olho D'água, encenando peças de sucesso como a hilária "As Bondosas Mulheres Choradeiras" (foto) e por isso dou crédito às suas acusações e apoio à sua luta na Justiça para cobrar o que lhes é de direito, junto à Prefeitura;
  • Também conheço o Manoel Batista, irmão de um ex-sindicalista e ex-companheiro de república dos meus tempos de solteiro, o João Batista Vieira, hoje Chefe de Tributação da Prefeitura, e por isso não posso crer que tenha dito tamanha baboseira ao Élder! Até porque Manoel Batista é casado com uma colega jornalista, Sílvia Vieira, ex-editora do jornal O Estado do Tapajós!;
  • Não é a primeira vez que um agente cultural reclama publicamente do Batista. Ano passado, o artista plástico Apolinário também o criticou em Carta Aberta publicada no Blog do Jeso. Por conhecer o jeito calmo do Batista, se forem verdade tais reclamações, só posso entender que ele está sendo vítima de um intenso estresse por ser sempre escalado por Everaldo para dar desculpas esfarrapadas e enxotar credores da PMS...;
  • Tenho feito muitas críticas ao PT aqui no meu blog, decepcionado com os descaminhos do partido após chegar ao poder. Sempre deixei o espaço para o debate dialético, mas apesar de alguns sorrisos amarelos petistas (ou o ranger de dentes de alguns mais exaltados que me chamam de "traidor") que me encontram por aí, até hoje nenhum se dignou a usar este espaço e rebater qualquer informação;
  • Volto a oferecer o espaço para que tanto o Everaldo quanto o Batista, expliquem mais este imbróglio cultural.

2 comentários:

Val-André Mutran disse...

Além de descaminho vai contra a administração pública.
E, se entendi, havia um contrato com o Grupo!
Pê Tê, quem te viu, quem te vê.

Jota Ninos disse...

Falou tudo, Val!